Depois de uma época de enormes sacrifícios e desafios e de uma crise mundial que nos obrigou a reinventar processos, estreitar parcerias e ter uma atuação cuidada, para renovar a esperança no futuro, é tempo de Elevar Elvas. Chegou o momento de definir e executar projetos necessários à cultura, ao desporto, à saúde, à economia local. É, desejavelmente, um tempo de paz, um tempo de unir esforços e contar com empenho de todos.

Num território verdadeiramente bilingue, materializado na maior Eurocidade ibérica, Elvas tem a responsabilidade de continuar a ser a “cidade quartel” dos novos tempos, assumindo-se como um verdadeiro pólo de desenvolvimento transfronteiriço, unindo dois países onde se entrelaçam diferentes culturas e um mesmo sentimento: o bem-estar das suas populações, o progresso, a criação de emprego e o orgulho de ser europeu.

São inúmeros os novos desafios que todos temos a obrigação de enfrentar, numa logica de cooperação intermunicipal e confiando nas diferentes instituições que connosco podem colaborar. Elvas pode e deve confiar no seu governo; Elvas sabe que pode contar com o governo de Portugal, mas eu sei que conto com todos os Elvenses.

O meu compromisso é com as pessoas, com os Elvenses e conto com todos.

Eu acredito e sei que Elvas Eleva. Eleva a responsabilidade. Eleva as pessoas. Eleva a honestidade. Eleva o carinho. Eleva o nosso orgulho. Elvas… eleva o nosso coração.

O Presidente da Câmara Municipal de Elvas,

Nuno Mocinha

Âmbito: Receção dos pedidos dos munícipes, no âmbito das competências do Município de Elvas; Consequente tramitação para os serviços municipais, quando aplicável e resposta final ao pedido dos munícipes.

Copyright © 2020 Município de Elvas