O Museu Municipal da Fotografia João Carpinteiro, tem patente, desde este sábado, 4 de julho, e até 31 de agosto, a exposição “Latitudes da Semelhança”, de Isabel Nolasco.

A mostra foi inaugurada em simultâneo com a apresentação do livro com o mesmo título e que compila fotos da exposição bem como muitas outras que a fotógrafa, de raízes elvenses, captou em vários continentes.

O vereador Sérgio Ventura, em representação da Câmara Municipal de Elvas, esteve presente neste ato, tendo desejado o maior sucesso à fotógrafa, e deixou uma palavra de estímulo para o museu de fotografia.

Isabel Nolasco referiu ser “a terceira vez que exponho em Elvas, estou de coração cheio e feliz, porque Elvas é a minha casa”.

Da obra, editada pela Poética Edições, o destaque vai, para além das fotografias da autora, naquilo que Luís Sarmento, responsável da editora, considerou ser “uma viagem sem fronteiras pela existência humana”, para o facto de ter “o último texto escrito por Luís Sepúlveda, grande escritor e reconhecido internacionalmente”, referiu.

A exposição apresenta cerca de meia centena de fotografias de Isabel Nolasco, a preto e branco.