“Uma Vida Escondida”, “The Grudge: Maldição” e “Mosley e a Cidade Secreta” são os três filmes que vão estar em exibição no Auditório São Mateus, nesta sexta-feira, sábado, a partir das nove e meia da noite, e domingo, às quatro da tarde.

Esta sexta-feira, dia 31, às nove e meia da noite, para maiores de 12 anos, o drama “Uma Vida Escondida”.

Baseado em factos reais, o novo filme do visionário realizador Terrence Malick, retrata a história verídica de Franz Jägerstätter, um camponês e objetor de consciência austríaco. Franz leva uma vida simples, mas gratificante, na quinta da família na aldeia montanhosa de St. Radegund, quando em 1940 é convocado para o treino militar do exército nazi, no início da Segunda Guerra Mundial. Mas Franz é incapaz de dedicar a sua lealdade a uma causa que considera injusta. Uma posição que o colocará em conflito direto com os membros da sua aldeia, com a sua Igreja e até mesmo com a sua família.

No sábado, dia 1, também às nove e meia da noite, não perca a oportunidade de assistir ao filme “The Grudge: Maldição”, para maiores de 16 anos.

Quando alguém que está irritado ou triste morre, o rancor que fica materializa-se numa maldição que destrói qualquer pessoa que se cruze com ela no sítio onde morreu. É o que acontece na casa em que uma mãe mata toda a família: toda a gente que entra tem uma morte violenta. Baseado no filme “Ju-On”, escrito e realizado por Takashi Shimizu, “The Grudge: Maldição” é produzido por Sam Raimi, Rob Tapert e Taka Ichise.

A animação regressa ao Auditório São Mateus, no domingo, às quatro da tarde, com as aventuras de “Mosley e a Cidade Secreta”, versão dobrada em português.

Mosley e a sua família de Torifantes de quatro patas vivem numa quinta isolada que pertence a Simon, um camponês sombrio e mesquinho. Uma noite, após passar o dia inteiro a lavrar, Mosley é surpreendido pelo filho Rue que lhe diz que descobriu algo mágico na floresta próxima da quinta. Bera, a esposa grávida de Mosley, encoraja-o a ir com o filho. Embora cansado, Mosley segue o filho floresta adentro e descobre o motivo do entusiasmo de Rue: uma gruta com gravuras ancestrais nas paredes.

São Torifantes, semelhantes a Mosley e Rue, mas que andam em duas patas, com as Costas Direitas! Seriam assim os Torifantes do passado? O que teria acontecido para se tornarem criaturas sem mãos e de costas arqueadas? É isto que Mosley irá tentar descobrir, partindo numa aventura incrível para tentar libertar a sua família.

Bilhetes à venda uma hora antes da sessão na bilheteira do Auditório São Mateus.