Vídeos

Investir em Elvas

Património Mundial

Eurocidade Badajoz-Elvas

Patrim. Cultural/Imaterial

Eventos

Qui. Jun. 21 | horas: 08:00 - 11:00PM
XII Festival Medieval de Elvas
Qui. Jun. 21 | horas: 08:00 - 07:00PM
Exposição Santo António Padroeiro
Qui. Jun. 21 | horas: 08:00 - 05:00PM
Férias Ativas
Qui. Jun. 21 | horas: 10:00 - 06:00PM
"A sedução de uma vírgula bem colocada - The pull of a well placed comma"
Qui. Jun. 21 | horas: 21:00 - 11:00PM
Cinema em junho
Sex. Jun. 22 | horas: 08:00 - 11:00PM
XII Festival Medieval de Elvas
Sex. Jun. 22 | horas: 08:00 - 07:00PM
Exposição Santo António Padroeiro
Sex. Jun. 22 | horas: 08:00 - 05:00PM
Férias Ativas
Sex. Jun. 22 | horas: 10:00 - 06:00PM
"A sedução de uma vírgula bem colocada - The pull of a well placed comma"
Sex. Jun. 22 | horas: 21:00 - 11:00PM
Cinema em junho

ver mais [+]

Area Informativa

phone
Apoio ao Munícipe
800 207 969
 
Files-Upload-File-icon
Sugestões para:
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Farmácias de Serviço

Plano Adopção de Animais


Cidadãos da Eurocidade Elvas-Badajoz vão ter cartão comum

Os cidadãos que integram a Eurocidade Elvas-Badajoz vão poder contar com um cartão de eurocidadão, no âmbito do protocolo estabelecido entre as duas cidades vizinhas. Esta foi a principal novidade da reunião sobre a Eurocidade Elvas-Badajoz que se realizou na manhã desta terça-feira 7, entre o Ayuntamiento de Badajoz e a Câmara Municipal de Elvas, nas instalações da Institución Ferial de Badajoz (IFEBA), na fronteira do Caia.

No âmbito deste encontro, Nuno Mocinha, presidente da Câmara Municipal de Elvas salientou que a Eurocidade é um “contexto favorável a que se possa desenvolver este tipo de relações, mas nós queremos ir mais longe, ou seja, desafiámo-nos a formalizar esta Eurocidade de maneira diferente; daí, termos aprovado um novo acordo, para que os nossos governos também a possam aprovar e esta se possa constituir como tal”.

Neste âmbito, o autarca de Elvas reafirmou que se pretende, sobretudo, “que estes territórios sejam complementares e não concorrenciais entre si, aproveitando o que de melhor existe nos dois lados, para dar uma melhor qualidade de vida a quem vive neste território”, daí que se traduzam num “conjunto de ações mais imateriais do que materiais, no sentido de construir uma relação de proximidade”.

Em termos práticos, Nuno Mocinha adiantou que “acertámos alguns projetos no âmbito da candidatura do POCTEP e a área principal onde nos vamos focar é a patrimonial e turística e é nessa vertente que vamos caminhar juntos”.

Em cima da mesa, o autarca referiu ainda que esteve o “avanço da plataforma logística e o comboio de mercadorias”, como projetos a serem materializados e que é fundamental pressionar os governos, Lisboa e Madrid, nesse sentido.

Para além disso, ficou ainda assente que aos dois municípios se vai juntar o concelho de Campo Maior, que já manifestou a vontade de integrar o projeto da Eurocidade e, neste encontro, os dois municípios concordaram com esta adesão, sendo que está ainda por definir os moldes em que será materializado.

O alcaide de Badajoz, Francisco Fragoso Martinez, referiu, na sua intervenção, que a “Eurocidade Elvas-Badajoz é uma realidade assumida, por isso não esperamos dificuldades e, neste encontro, foram definidas as áreas de atuação e temos claras quais são as primeiras áreas onde é fundamental trabalhar”.

Sobre o cartão Eurocidade, o autarca explicou que este pode ser “virtual, no telefone, ou físico e podemos ser mais ambiciosos”, acrescentando que, de um e outro lado, estão a definir a forma como este vai funcionar. “Pretendemos fazer uma revisão, neste caso de taxas municipais, e acordos com instituições que permitam torná-lo mais atrativo e com descontos que permitam o acesso em instalações como as piscinas municipais, teatros e eventos, sempre que não sejam gratuitos, assim como museus”.

Para este responsável, “o cartão em si é um instrumento para difundir conceitos e, portanto, temos interesse em proporcionar aos cidadãos, que tenham interesse em obtê-lo, alguns benefícios, algum valor”, acrescentando estarem atualmente a “trabalhar o conceito”.

Francisco Fragoso Martinez acrescenta ainda a necessidade de “trabalhar na promoção turística e patrimonial conjunta”, sendo vetores principais de investimento, lançando ainda a ideia de existirem, por exemplo, “agendas culturais conjuntas, pois ainda há muitos cidadãos que não sabem o que se passa do outro lado”.

No fundo, refere o autarca, pretende-se também “funcionar como lóbi, pressionando ambos os governos, de Espanha e Portugal, em assuntos fundamentais como a rede ferroviária, para gerar oportunidades”.
FaLang translation system by Faboba

   
  

Redes Sociais

FacebookTwitterRSS Feed
© 2012 Município de Elvas Todos os Direitos Reservados
ブランドコピー スーパーコピーブランド コピーブランド ブランドバッグコピー ブランドコピー時計 ブランドコピー財布